Obras do Hospital do Câncer não serão retomadas este ano

26/07/2018

“É preciso dar transparência e dividir com as pessoas o que está acontecendo”. As palavras são do deputado estadual Wanderson Nogueira (PSOL-RJ) que acompanha todo processo de construção do Hospital do Câncer de Nova Friburgo. O parlamentar prevê que o Governo do Estado não retomará as obras na unidade este ano. “Mesmo na visão mais otimista, os prazos legais por si só inviabilizam a retomada das obras”.

Desde que o Governo do Estado perdeu a verba federal de cerca de R$ 50 milhões, o governador Pezão assumiu o compromisso de financiar a construção da unidade com recursos do próprio do estado.

Uma reformulação do projeto foi realizada para, segundo o governador, tornar o projeto do Hospital do Câncer viável. “Fomos e somos críticos ferrenhos da perda da verba federal e usamos a crítica como instrumento de pressão para que esse sonho não caia no esquecimento. Estamos falando da vida das pessoas”, destacou o deputado Wanderson.

Desde que a situação do Hospital do Câncer se complicou, poucos representantes apareceram para dar informações sobre as obras. Incomodado com a demora das obras, o parlamentar promoveu audiências públicas a respeito do tema, conversou inúmeras vezes com o governador e o secretário de saúde sobre a importância da obra e continua cobrando para que esse governo consiga pelo menos deixar encaminhado o retorno das obras. “A maioria daqueles políticos que se acotovelaram para sair nas fotos do lançamento da pedra fundamental do Hospital do Câncer sumiram. Cobramos que esse hospital seja construído, isso não pode ser tratado como uma questão eleitoreira!”, reforçou Wanderson.



Cobrança para confecção do projeto executivo continua



O próximo passo importante dessa novela que se arrasta é que o edital para a confecção do novo projeto executivo do Hospital do Câncer seja concluído. A insistência com a Secretaria de Estado de Saúde em fez com que o projeto avançasse para a Secretaria de Obras somente neste mês. Um processo foi aberto, número 08/00013859/16.

Agora, a Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro (EMOP) ajusta algumas planilhas para disponibilizar um edital de licitação para confecção definitiva do projeto executivo. No momento que esse edital for para as ruas, a previsão é que leve de 15 a 30 dias para a escolha da empresa que fará o serviço. Posteriormente deverá demorar mais 3 ou 4 meses para a finalização desse projeto que é necessário para viabilizar a licitação para escolha da empreiteira que construirá o hospital.

Segundo o deputado Wanderson, é fundamental que a pressão para a retomada das obras continue. “Tudo que está ao nosso alcance fizemos e faremos: pressão no atual governo, audiências, alertas, ideias e até processo no MPF para investigar responsabilidades. Queremos que todos os candidatos a governador assumam o compromisso para que este projeto saia do papel”, frisou.



Hospital do Câncer e o projeto readequado pelo estado.



A construção da unidade passou por uma série de readaptações no início do ano para se tornar viável para os cofres estaduais, segundo o próprio Governo do Estado. No antigo projeto, três prédios seriam construídos, os blocos A, B e C. Daqui para frente, somente o bloco A (3 andares) e B (2 andares) que já estão erguidos devem ser utilizados. O projeto prevê a possibilidade de expansão no futuro. Os dois prédios têm estimativa de investimentos em torno de R$ 40 milhões, ou seja, aproximadamente R$ 10 milhões a menos do que o projeto original.

Apesar do projeto inicial ter sofrido diversas modificações, o secretário de saúde garantiu na época do encontro com o deputado Wanderson que toda a demanda de Nova Friburgo e região seria atendida em um hospital de excelência. “Adequamos todo o projeto para uma realidade executável. O governador Pezão me chamou e pediu prioridade para este projeto. Vamos tentar chamar a empresa que já estava construindo a unidade para dialogar e tocar a obra”, disse o então secretário de estado de saúde Luiz Teixeira.





Readaptações ao projeto do Hospital do Câncer





Hospital do Câncer de Nova Friburgo

1° projeto do HC // Projeto readaptado



Radioterapia – Acelerador Linear

2 // 1



Raio X

5 // 2



Leitos

200 // 50 (sendo 40 interanação e 10 CTI)


Tomógrafo

3 // 1


Box de Quimioterapia

15 // 15


Consultórios

20 / 7


Mamografia

2 // 1


Urgência Referenciada

0 // 3

Salas de Cirurgia

5 // 5

Sala de espera

0 // 1




Denúncia de retirada de materiais



Uma denúncia de retirada dos materiais que estavam no antigo CAVS, onde está sendo construído o hospital foi feita pelo deputado estadual Wanderson ao estado há meses atrás. A resposta do Governo do Estado em relação a cobrança do parlamentar foi que o contrato com a FW Empreendimentos, que executava a obra, foi encerrado. Além disso, o Estado só pagaria o que estava aplicado na construção, ou seja, materiais soltos são custeados e de responsabilidade da empresa promotora da obra.

Obras do Hospital do Câncer não serão retomadas este ano