Supera Rio movimenta Faeterjs de todo estado em Petrópolis

25/05/2018

A Faeterj de Petrópolis recebeu parlamentares, professores, estudantes e comunidade para debater sobre o momento das unidades em todo estado. O Supera Rio Faeterj, iniciativa do deputado estadual Wanderson Nogueira (PSOL-RJ), debateu propostas de curto, médio e longo prazo. Agora, uma carta será redigida para que os compromissos sejam documentados e posteriormente entregue aos candidatos ao governo estadual.

O evento durou cerca de três horas e abordou uma série de questões que dificultam o funcionamento das unidades das Faeterjs. Entre os temas centrais, a solicitação de concurso público para novos professores, bem como a extensão dos contratos para que não haja fechamento, transparência na verba sides e recolhimento de alguns recursos da lava jato para a educação superior da Faetec.

Todas essas propostas surgiram de forma uniforme. O evento teve a participação dos deputados Comte Bittencourt, presidente da comissão de educação da Alerj e Pedro Fernandes. O deputado Wanderson Nogueira, que mediou o debate e recolheu todas as demandas fez um balanço positivo. “Estou encantado com a participação dos estudantes e do engajamento de cada diretor e professor da Faeterj. Nós estamos redigindo uma carta/documento e vamos começar a correr atrás das propostas que foram discutidas. Ouvimos as demandas para identificar os problemas e agora vamos para ação!”, destacou Wanderson.

A organização do Supera Rio Faeterjs aconteceu em parceria com as instituições e sindicatos.




A Faeterj e o Supera Rio


A FAETERJ-Rio, unidade de educação superior mantida pela FAETEC, tem como objetivo formar profissionais qualificados em Análise e Desenvolvimento de Sistemas de Informação, aptos a desenvolver aplicações de média e alta complexidade, que exige uma constante atualização para inserção e permanência no mundo do trabalho com consciência de responsabilidade na sociedade.


Já o Supera Rio é um conjunto de ações para ajudar o Estado a sair da crise, pautado em três pilares: transparência, ações efetivas e colaboração. O encontro na Faeterj é mais uma oportunidade para que estudantes, professores, diretores e parlamentares debatam pontos em comum para serem apresentados na Alerj ou levados até o Governo do Estado, com ainda mais unidade.


Encaminhamentos do Supera Rio Faeterjs


Levar para Comissão em Brasília, através do mandato do deputado federal Glauber Braga e para o INEP / MEC a questão da prova ENADE (Os alunos tem nota baixa (2) na avaliação pelo segundo ano consecutivo, pois fazem a prova para bacharel e não para tecnólogo que é a formação deles.)

Enviar ofício para o juiz Marcelo Bretãs, um dos responsáveis pela operação Lava Jato, solicitando que recursos proveniente da operação sejam destinados as Faeterjs. Esta foi uma proposta da diretora da unidade da Faeterj de Petrópolis, Lucimar. Além de agendar audiência para compreender com clareza a destinação destes recursos.

Procurar o MP e questionar por qual motivo a UERJ abriu 300 vagas para concurso e nas Feterjs isso não é possível. A proposta veio de Gustavo, representante da Ades Faetec. A pressão por concurso público se intensificará.

A médio/longo prazo – Garantir abertura de novos concursos públicos, enquanto isso atuar diretamente para que os contratos vigentes sejam estendidos.

Redigir uma carta para os candidatos a governador do estado com toda a discussão em torno das Faterjs e solicitar a assinatura deles para que firmem o compromisso. A solicitação é que haja dedicação exclusiva, apresentando um plano único e unificado de medidas para sair da crise.

Esclarecer a utilização da verba Sides, através da Comissão de Educação da Alerj.

Pressionar pelo andamento de projetos de lei importantes (3300/17 e 2589/17) que tramitam na Alerj e não vão para a pauta de votação.

Supera Rio movimenta Faeterjs de todo estado em Petrópolis