CRÔNICAS

TANTO

TANTO

30/09/2017

Tantas coisas ditas, tantas outras esquecidas ou propositadamente deixadas de lado. Tanta gente que convidamos para dividir tudo e tantas outras que dispensamos ou se dispensam. E é cruel de tão natural o tanto que juntamos de glórias e inglórias, testemunhais e testemunhas de que não há nenhum tanto que seja em vão.
Tanto por viver e tanto por dizer, sempre! É tanto tanto que não se cabe em si [...] Leia mais

De arrebatar

De arrebatar

23/09/2017

Tenho uma natureza inquietante. De festa. De fogo. De ar que impulsiona esse fogo que quer sempre pulsar. Sou de riso. Sou de sentido. Sou de canto desses que não aceitam ficar no canto da sala. E minha voz dança, enquanto meu corpo quer flutuar no som de sua palpitação. Conspira. Respira. Respinga o universo chuva de estrelas sobre minha cabeça que sonha sonhos de futuro vividos no presente de nó [...] Leia mais

Um Dia

Um Dia

16/09/2017

O tempo passa e no furor das horas nos distraímos. Simplesmente nos distraímos no compasso e descompasso da diversão de chorar e sorrir. Conversamos bastante, mas pouco confessamos nossos segredos mais íntimos. Os sentimentos. As verdades que zombamos não acreditar, apesar do punhado de certezas que se desenham ao longo da história que se estende à nossa frente e diz: “você sabe o que fazer. Você [...] Leia mais

Epifanias

Epifanias

09/09/2017

Que a criatividade não me envaideça e que a vaidade não me entorpeça. Que toda a inspiração seja fruto das sementes que brotam do meu coração. Faço prece. Se me ouço, a vida também pode me ouvir. Pois o tempo que me vem agora é o único que realmente importa.
O passado é hoje e de repente o futuro também me vem agora. Porque passado, presente e futuro é uma coisa só. Estão em mim e eu sou só agor [...] Leia mais

A HORA CERTA

A HORA CERTA

02/09/2017

Hoje eu acordei mais cedo. Nem me preocupei se o 1° compromisso do dia seria apenas 2 ou 3 horas mais tarde. Levantei-me despreocupado, sem ansiedade alguma para o instante que teria uma nova oportunidade de dormir. Abri as portas e janelas para que os raios do sol pudessem entrar em minha vida. De braços abertos, recebi a manhã e chorei ao ver o ipê coberto com um amarelo mais lindo que qualquer [...] Leia mais

MONALISA

MONALISA

19/08/2017

Um dia você acorda de um sonho bom. No outro, no meio da madrugada, acorda assustado de um pesadelo. Há outros, no entanto, que você nem se lembra do que sonhou e só acorda por causa do incômodo despertador que insiste em te convidar para mais um dia. Mais um dia...
E dia após dia, a façanha da vida se desenha por nossas mãos até que nossas mãos se dão, se confundem, se perdem, se entrelaçam, po [...] Leia mais

Agosto

Agosto

05/08/2017

Eu já tive medo do escuro. Mas foi quando morei no escuro que mais apreciei a luz das estrelas. Eu tenho medo da morte. Eu não tenho qualquer receio da vida. Talvez por isso eu tema a morte, porque gosto um bom bocado da vida. A vida é essa aventura deliciosa que nos faz passear por extremos e entre extremos.
Já fui recheado de talvez. O talvez foi por algum tempo a minha maior certeza. Ainda es [...] Leia mais

O IMPREVISÍVEL PREVISÍVEL

O IMPREVISÍVEL PREVISÍVEL

08/07/2017

Acaba o dia como um dia tudo vai acabar. Tiro a sujeira da mesa. Deixo a porta
entreaberta. O ventilador ligado é o vento artificial que refresca a face. Por mais que a
multidão me abrace, te abrace, sempre estamos sozinhos. Nossos segredos estarão
preservados, ainda que a janela esteja escancarada. Não há ninguém mais íntimo de nós
mesmos do que nós mesmos. Conhecer-se é assustador tanto quan [...] Leia mais